Aplicações Móveis para empresas: Vale a pena para o si? O que deve considerar?

Mais de 50% da população portuguesa acede à Internet através de um dispositivo móvel, seja ele telemóvel ou tablet, dados de 2015 da ANACOM e temos mais de 18 milhões de telemóveis, dados da Pordata.

 

O que fazem? Pesquisas de problemas, indicações, dicas, redes sociais, email e claro, aplicações.

O mercado das APPs, as aplicações móveis ainda está numa fase muito inicial no nosso país. Antes delas, o email corporativo, o website, ainda representam um desafio para a maioria das PMEs e dos restantes negócios.

Se a importância de ter um site é relativamente consensual, quanto mais não seja porque a concorrência anda por lá, e há clientes que além de pesquisarem por essa via, são mais exigentes na imagem que é projectada no digital, as aplicações móveis para empresas ainda estão muito longe de ser uma prioridade.

Então não vale a pena por agora, certo?

Antes de darmos uma resposta vamos ver alguns pontos.

 

  • Concorrência inexistente ou fraca

É certo que estamos numa fase inicial, mas e também por isso é uma grande oportunidade de ocupar um território onde a concorrência pode não estar e em que as oportunidades de novos negócios e de relacionamento com clientes podem existir com maior facilidade.

 

  • Relacionamento com Clientes

Numa aplicação, controla o conteúdo, as promoções, as novidades, as notificações e está literalmente no bolso dos seus clientes, fazendo chegar a sua mensagem de uma forma directa, segmentada e inovadora.

 

  • Canal de Comunicação…e vendas

Email, Redes Sociais, Site, Publicidade, Marketing Tradicional, e… Aplicações móveis. O Mobile Marketing vivia até há pouco tempo da SMS mas agora tem aqui um canal poderoso de contacto, de envolvimento.

 

  • E o desenvolvimento de aplicações móveis para empresas? Valor, recursos e tempo?

Há poucos anos, equacionar ter uma aplicação, só para grandes orçamentos. Ainda hoje, desenvolver de raíz ocupa meses, senão anos, e dezenas, senão centenas de milhares de euros, o que pode não ser uma solução para a maioria das empresas.

Mas hoje, com o “faça você mesmo” ou DYI, é possível customizar menus, imagem e ter uma aplicação de marca própria, como se de um template de site se tratasse. E provavelmente mais rápido do que criar um website. O “faça você mesmo” pode não ser levado à letra e consoante as funcionalidade poderá externalizar este serviço.

 

  • Android ou iOS ?

Os dois, hoje em dia é impensável pensar só num. Mas também ai há soluções que são abrangentes por isso já não é um assunto. A não ser que mais uma vez equacione desenvolvimento proprietário e aí sim terá o dobro do custo.

 

  • E no seu negócio vale mesmo a pena? Para quê?

Não sabemos qual o seu negócio, mas podemos dar alguns exemplos rápidos de como pode ser aplicada em diferentes segmentos. Vamos lá:

Eventos – notificações, agenda, rede social, votações, inquéritos, programa, patrocinadores, apresentações, contactos, indicações, apenas por agora…

Serviços ao Público e Municípios – Registo de ocorrências, avaliação de satisfação, inquéritos, notícias, integração com redes sociais, documentos úteis, notificações de relevo, eventos.

Turismo (Hoteis, restaurantes) – Reservas, portfolio, atividades, promoções, concursos, pontos de interesse, coordenadas gps entre outros

Saúde – Marcação de consultas, notificações, dicas úteis, avaliação de satisfação, blog e conteúdos exclusivos, programa de fidelização

Escolas – Pautas, dúvidas dos pais, fórum de ideias, áreas privadas, ementas, contacto com equipas docentes, horários e agenda de actividades, notificações importantes

Retalhos, ginásios – Programas de fidelização, promoções, catálogos, exercícios, dicas, chat.

Indústria – Catálogo, FAQs, Encomendas, dúvidas, portfolio.

Associações sem fins lucrativos – eventos, associados, notificações, conteúdo, organização de temas, captação de patrocinadores e mecenas.

 

  • Conclusão

Como em tudo é preciso ser interessante. Se não atualizar o conteúdo não vale a pena. Mas bem trabalhada, as aplicações móveis para empresas podem ser fontes de oportunidades, de fidelização, de envolvimento, o local onde a informação mais relevante é acedida de forma rápida e acessível.

As aplicações móveis trazem diferenciação positiva, dinamismo, perceção de valor e podem trazer novos negócios e clientes relevantes.