As 5 semelhanças entre o Marketing Digital para pequenas empresas e correr uma maratona – e porque pode ser relevante para o negócio

Eu nunca corri uma maratona. Mas tenho muitos amigos que do nada, começaram a treinar e passados anos, correram e eternizaram o sorriso na linha da meta. Partilharam a sua experiência, o caminho que fizeram até esse momento. Mas o que é que isto tem a ver com o Marketing Digital para pequenas empresas?

De acordo com os seus testemunhos, procurei relacionar esta actividade,  com a qual tenho tido muita relação nos últimos anos.

Tendo vindo de um grande grupo porque é que então vou propor uma comparação com as pequenas empresas? Bem, primeiro porque nos últimos 4 anos, uma pequena empresa é a minha realidade.

Porque os orçamentos e equipas de marketing das grandes permitem atalhar caminho, nem sempre bem, mas em pouco tempo podem implementar um conjunto de estratégias, que as pequenas não conseguem.

E é aqui que um equívoco pode acontecer: as pequenas considerarem que “copiando” o que as grandes fazem, conseguem resultados tão rápido.

Bom, não será como tentar correr a maratona com uma semana de treino e 20kgs a mais?

 

Então quais serão as semelhanças entre treinar e correr uma maratona e o Marketing Digital para pequenas empresas, e porque é que são relevantes:

 

  • Planeamento e consistência – para se correr uma maratona, dificilmente se consegue treinar 3 vezes por mês. É preciso um plano de treinos que saia do papel. A partir daí o início é lento, doloroso até, há ajustamentos, adequação do equipamento. Pois, no Marketing Digital é semelhante. Posts, emails, site, publicidade, não devem ser pensados ao sabor das marés, mas sim ponderados de acordo com o esforço que se vai dispender;

 

  • Custo mais baixo que outras alternativas – correr está na moda. Porquê? Porque tem custos de entrada baixos, ou seja, é um desporto barato comparativamente com outros. O Marketing Digital tem o custo mais baixo e potencialmente o retorno do investimento mais interessante que outros canais de Marketing.

 

Por vezes, só para fazer uma reunião a 150kms, é necessário um valor que no digital pode permitir chegar a milhares de pessoas;

 

  • É preciso tempo e aprender com os erros – quem corre a maratona, fala das feridas, do calçado que teve que ir mudando, da aprendizagem de correr contra ou a favor do vento, dos dias indicados para treinar, da hidratação… as pessoas que são no sorriso da linha de meta, ganharam um conhecimento que não tinham ao início.

Sim, no Marketing Digital é muito semelhante. Podemos planear e começar a implementar mas o sucesso não depende de acertar à primeira e sim, de aprendermos o que resulta bem, mal e termos a capacidade de mudar.

  • Depois da dor, há a superação – Todos os relatos de pessoas indicam que há um momento do percurso onde dói tudo, durante uns quilómetros. Mas continuando, falando consigo próprio, muitos ultrapassam até uma fase em que se superam e é aí que vivem uma experiência ainda mais rica.

Sim, sim, vão existir alturas onde mesmo que façamos tudo bem, vamos sentir que outras alternativas seriam melhores. Até começarmos a ter contactos via digital, oportunidades reais. E então, vamos olhar para trás e valorizar o caminho. Que teve emails que poucos leram, e campanhas sem retorno. Os amigos que trabalham o SEO (a otimização para motores de busca) que o digam.

 

  • A celebração é o mote para novos desafios – mãos nos joelhos, alguém traz a medalha de “Finisher”. Sorrisos e abraços, dores nos dias seguintes. “Nunca mais me meto nesta”. Dias depois vê-se outro destino, outra prova, outro percurso. O bichinho ficou lá. E há que continuar a treinar.

Nos pequenos negócios podemos e devemos celebrar mas há sempre novos desafios mesmo quando começa a correr bem no digital. Novos produtos, novos mercados, novas formas de chegar ao público-alvo. Sem pausas.

 

 

E porque é que afinal são importantes estas semelhanças para os pequenos negócios?

 

Correr uma maratona tem um custo muito baixo, muitos podem fazê-lo mas poucos conseguem. Porquê? Porque implica planeamento, tempo, consistência, humildade, assumpção do erro, melhoria contínua, partilha com os outros…Ufa.

 

Nos pequenos negócios, por força de orçamentos reduzidos, ou quase nulos, cai-se na tentação de querer resultados para ontem.

O (bom) Marketing demora tempo e requer tempo.

Mas bem feito, pode conduzir à sensação de prazer de cortar a linha da meta.

 

Até (muito) breve